De Rondônia para todo o Brasil, “chegando na tora” no Startup Awards

A melhor parte de pertencer a uma comunidade de startups são as pessoas. Tive a oportunidade de conhecer diversos empreendedores daqui — “Os destemidos pioneiros de Rondônia” — como eu gosto de chamar. Esse é um trecho do hino do Estado e que retrata bastante o espírito da maioria das pessoas que vieram para essa região. Um local de inúmeras oportunidades, desafios e com muito potencial para crescer e se desenvolver. Empreendedores como Edgar Kaiser, Bruno Gomes, Erik Guimarães, Diogo Hungria, Márcio Damião, Paula Lustosa, Bruna Monteiro, Matheus Torrente, Elias Balthazar, Bruno Pinheiro entre outros, que com muita resiliência estão desenvolvendo a primeira geração de startups aqui de Rondônia. Tenho certeza de que ainda vamos ouvir bastante esses nomes: Eficiência Fiscal, Nedu, Iholp, Wake up, Casapê, Juma, Reconecta Obra, Ping, Uzzipay e Terapia de Bolso.

Quando cheguei não conhecia nenhuma dessas startups, mas pouco a pouco fui conhecendo e entendendo como a Tambaqui Valley poderia contribuir. Sei que assim como a tecnologia, nossa comunidade é um meio e não um fim. Só temos sentido, a partir do momento que somos relevantes para os empreendedores e contribuímos para fomentar a cultura de inovação. Entendo o quanto é importante ter startups da região que sejam cases de sucesso. Sei do impacto que isso pode causar no nosso ecossistema. E de como essas narrativas são necessárias para se mudar uma realidade.

Image for post

Por isso, fizemos questão de entrar para valer no Startup Awards. Logo após a live anunciando a abertura das votações, iniciamos a campanha como candidatos ao prêmio de comunidade revelação do ano. Listei 7 motivos pelos quais a Tambaqui Valley merecia ganhar esse prêmio:

1º motivo: Estamos sempre presentes nos eventos e iniciativas da Abstartups. Adoramos interagir com as outras comunidades e ficar aglomerado com esse povo bonito do Brasil todo.

2º motivo: Não podemos ver um evento que já queremos estar no meio!! Seja na organização ou apoiando em tudo que for possível, nossa comunidade está sempre presente e disposta a botar a mão na massa.

3º motivo: Trouxemos a NASA para Porto Velho!! Com todo apoio da comunidade e a parceria de várias instituições realizamos o Hackathon Space App. Um evento que marcou a região e com certeza, inspirou muita gente a se interessar por tudo que diz respeito a inovação.

4º motivo: Estamos envolvidos em todos movimentos de inovação do Estado de Rondônia. Graças as nossas parcerias e articulações com todos os atores do ecossistema, conseguimos colaborar e participar das iniciativas voltadas para alavancar o desenvolvimento regional.

5º motivo: Temos embaixadores dentro dos principais programas de inovação do Brasil. Nosso papel é de representar as startups e empreendedores de Rondônia, buscando oportunidades que gerem valor e tragam resultados na prática.

6º motivo: Fomos destaque no InovAtiva pelo trabalho realizado por toda nossa comunidade. Fizemos palestras sobre o programa nas instituições de ensino, entrevistas na TV e no rádio, além de muita divulgação nas nossas mídias sociais. E o melhor de tudo, tivemos três startups aprovadas no programa, que certamente irão elevar o nível do nosso ecossistema.

7º motivo: Inserimos Porto Velho entre as cidades da Founder Institute e buscamos a todo momento oportunidades para alavancar nossas startups. Tanto através de parcerias de negócios quanto programas de aceleração e editais.

Ao meu ver, eram motivos relevantes e principalmente reais, e que acredito terem ajudado na conquista de alguns votos. O interessante é de que enquanto escrevia esses motivos, me dei conta do impacto que causamos e de nossa contribuição na prática. Do quanto cada um construiu tijolo a tijolo (no caso, pixel a pixel) os alicerces para chegar onde chegamos.

De minha parte, foram horas e mais horas de dedicação. Dividindo os boletos para pagar, com o trabalho voluntário dentro das comunidades: Tambaqui Valley, InovAtiva, Amazônia Valley e Space Labs. Tive duas conquistas das quais me orgulho imensamente: primeiro lugar como líder InovAtiva representando Rondônia e ser indicado dentro dos top 10 da categoria Herói/Heroína do ano no Startup Awards. Essa última uma agradável surpresa, pois nunca imaginaria estar presente em uma lista com tantas figurinhas carimbadas que são referências do ecossistema de startups e inovação.

Conquistas pessoais são incríveis. Mas alcançar conquistas em grupo é algo que não tem preço. Sempre fui adepto de esportes coletivos, a sensação de comemorar com seu time um campeonato é realmente indescritível. Foi exatamente isso que senti no anúncio de Comunidade Revelação do Ano. A vontade era de abraçar, gritar e estar junto de todos que contribuíram para chegarmos nesse título. Toda ansiedade da espera, emoção de estar no palco e a felicidade de ouvir o nome Tambaqui Valley como vencedor, são recordações que vou levar para o resto da minha vida. Passou um filme na minha cabeça, aquele momento que faz toda dedicação e esforço valerem a pena.

Escrever essa jornada foi terapêutico. Senti que era necessário deixar registrado os acontecimentos e sentimentos que vivenciei no papel de líder de comunidade. Deixar esse legado para as próximas lideranças, contar um pouco sobre os aprendizados e onde tudo começou. Tenho certeza de que essa turma que está chegando (Erik, Renata, Diogo, Elisângela, Keiti, Rogério, Cássio, Alzemir, Poliana, Andrelisse, Hendy, Tiago) irá levar o nome da Tambaqui Valley ainda mais longe.

Finalmente, só posso dizer que foi uma jornada e tanto que vivenciei. Parafraseando Ariano Suassuna: Não sei, só sei que foi assim!

obs: Peço desculpas para todos que não foram citados nesses textos. Certamente deixei de fora muita gente, minha memória pode ter sido injusta com alguns. Tenho certeza de que muito mais pessoas, contribuíram e contribuem até hoje com a Tambaqui Valley.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *